O que levar para fotografar na caminhada

Como alguns já sabem, ou já perceberam, sou fotógrafo, vivo da fotografia já tem uns 11 anos e desde o primeiro momento que pensei mais seriamente em fazer o Caminho de Santiago tenho sonhado dia e noite no tanto de foto interessante que terei a oportunidade de fazer por lá. E como fotógrafo que sou, vou ter que abrir mão de alguma coisa da mochila para equilibrar o peso da câmera e de uma lente de maneira que não me sobrecarregue, vou nadar contra a maré e levar uma câmera profissional comigo, é um peso?! Sim é um peso, mas eu não me perdoaria de fazer esse trajeto e registrar apenas com celular ou uma câmera compacta!

Bom, pensando nisso, resolvi fazer um post onde eu posso fotograficamente, talvez, ser útil para quem quer fazer o Caminho e não está certo sobre o que levar para registrar sua peregrinação, portanto vou tentar definir pontos para escolha de uma boa câmera, uma bolsa, tripé, etc. Já fiz post sobre umas dicas de como fotografar de forma que sua recordação seja agradável de olhar, clica aqui e dá um lida no post, são boas dicas.

Começando pela parte mais difícil e mais importante. Vamos lá!

Câmera compacta

câmeras

Como falei antes, minha profissão é fotógrafo, utilizo câmeras profissionais, portanto levarei uma e ponto final. Devido a isso, não tenho muito contato com as compactas, mas vou tentar indicar pontos que você deve observar quando for comprar uma.
São eles:
– O peso, uma câmera compacta pesa em torno de 300 gramas ou menos, ok, tá bom;
– O tamanho do LCD, a tela das câmeras hoje estão cada vez maiores, isso é legal para você avaliar as fotos visto que não vai estar em um computador a toda hora;
– Duração da bateria, vale verificar essa questão, talvez até ter uma sobressalente, normalmente elas duram bastante, são recarregáveis e tal, recarregue todo as as noites e lembre-se, o frio quando muito forte, descarrega mais rápido a bateria;
– Zoom, esse é um ponto interessante, as vezes você quer enquadrar um assunto longe, uma câmera compacta com zoom vai bem, verifique se esse zoom é óptico ou digital, o primeiro não estraga a qualidade da foto, pois trabalha movimento de lentes, o segundo detona a foto pois funciona como se fosse ampliando ela no computador e cortando, não é legal;
– Cartão de memória, para este caso, quando maior melhor, 32gb, 64gb, 128gb e por aí vai, isso quer dizer que você não terá que ficar baixando foto em todo o albergue que parar, pode ir armazenando no cartão, leve mais de um, depois baixa em uma albergue e grava em CD ou pendrive;
– Pixels, a quantidade de megapixel sempre é uma pergunta que me fazem. Sempre respondo que quanto mais megapixel melhor a qualidade para fazer um ampliação, para postar na internet e ver na tela do computador, não é lá grandes diferenças ter 12mp ou ter 16mp, quanto mais melhor, mas nem tanto pois tem um relação com o tamanho do arquivo da foto, ocupando mais cartão de memória;
– Geolocalização, temos câmeras que marcam onde você tirou a foto, é interessante, não necessário, mas interessante, ponto.

No mais seriam pontos relacionados a configurações da câmera, ver se ela tem modos para paisagem, macro, panorâmica, selftimer e essas coisas. O principal é você utilizar bastante ela antes da viagem, assim vai saber bem como ela fica melhor configurada para cada situação.

Tripé

tripés

Já fiz um outro post específico sobre tripé, clique aqui, existem inúmeros tamanhos e formatos, mas aquele flexível da Joby é campeão na minha opinião. Ele está disponível em diferentes tamanhos, para câmeras compactas eles são bem versáteis devido a flexibilidade aliada ao peso pena que as compactas tem, vale olhar com calma os modelos.
Mas se quiser outro tipo, procure um que seja leve, firme, fácil de guardar e pequeno. O tripé pode parecer desnecessário em um primeiro momento, mas na hora que você estiver sozinho e quer usar o recurso selftimer da sua câmera para um bonito autoretrato por exemplo, vai lembrar de usar o tripé.
Outra função para ele também, é utiliza-lo como uma extensão do seu braço quando quer fazer um vídeo seu caminhando ou o famoso self, o tripé, dependendo do formato, ajudará nessa hora. Existem estas hastes exclusivas para prolongar o seu braço, mas não servem como tripé, somente como monopé, já o tripé, dependendo do modelo, serve como haste.

Bolsa para câmera

bolsascamera

Não sei se isso não seria algo desnecessário, mas vai saber?!
As compactas pode ir no bolso da calça/bermuda ou no bolso do cinto da mochila, acesso fácil e rápido. Uma bolsinha/case leve enxuta e impermeável, é algo para ser pensado. Avalie durante suas caminhadas de preparação a necessidade de se levar uma bolsa para câmeras pequenas. Já para câmeras grande, dê uma olhada na linha da marca Lowepro, existem umas bolsas ótimas para câmeras profissionais inclusive.

HD externo ou Pendrive

hdependrive

Mesmo que você leve mais de um cartão de memória para sua câmera, seja ela compacta ou profissional, vai chegar uma hora que tudo vai estar cheio, e se não se ligar, vai ser bem na hora que você que fazer aquela foto incrível!
Hoje em dia é barato, pequeno e fácil de usar o pendrive, compre alguns com boa capacidade, uns 32gb deve ser suficiente na questão custo benefício, e leve com você, conforme baixar fotos em algum albergue, vai gravando no pendrive e colando alguma etiqueta para saber que já está cheio.
O HD externo é uma outra opção, mas é bom fazer uma pesquisa bem completa pela internet, existem muito tipos, alguns possuem entrada para cartão, podendo baixar as fotos sem necessidade de computador, outros possuem bluetooth e por aí vai, dá uma olhada, se você é de fazer muito vídeo principalmente, um HD externo pequeno e seguro pode ser a solução.

Enfim, estes são alguns pontos que você pode cuidar na hora de decidir o que levar para fazer seus registros fotográficos, mas nada impede que leve somente um bom smartphone por exemplo, vai de cada um. O importante é registrar, um momento de vida como esse não pode passar em branco.

Obrigado pela visita, espero que com estes básicos cuidados eu possa ter sido útil fotograficamente falando. Boas fotos e bom caminho!

Anúncios

3 comentários

  1. Olá Marcos! Da mesma forma que você, eu tbm sou um apaixonado pelo caminho… Tenho muita vontade de fazer… Esse ano tomei a decisão de começar a fazer uma reserva para ver se ano que vem eu faço… queria sua opinião com uma coisa, li nesse post q vc pretende levar a sua profissional e ponto… bom… eu tenho uma t3i com a lente do kit e uma 50mm 1.8… porém já não tenho mais as notas fiscais… Fiquei pensando na praticidade de levar o dinheiro e comprar uma bridge lá… dessas com zoom 30x e tal coisa (algumas vi a equivalencia em 35mm chega proximo aos 900mm)… Também pensei em umas compactas com zoom de umas 10 – 15x no máximo…. Esqueça que você é profissional que trabalha com foto… uma opnião prática, você acha que vale a pena abrir mão de UM pouco de qualidade em favor da praticidade? afinal com uma dslr, teria q levar, pelo menos, 2 lentes.

    Curtido por 1 pessoa

    • Meu caro!
      Eu pensaria assim ó:
      Qual a finalidade de suas fotos?! Ampliar, expor, fazer um livro… Ou simplesmente registrar seu Caminho?
      Se for essa última opção, deixa a Dslr e busca uma boa compacta com zoom, vais ter mais possibilidades de imagens, enquadramentos e tal!
      Busque um zoom óptico, o digital da uma estragada na foto.
      Não esquece um tripé portátil para fotos suas sem alguém para ajudar! 😉
      Bom… Qualquer dúvida sobre foto, pode me escrever que tento ajudar!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s