Codex Calixtinus

Seguindo devagar e sempre, com minhas buscas por informações à respeito do Caminho de Santiago, vez ou outra encontro citações do Codex Calixtinus, inclusive já citei ele em algum post passado. Mas enfim, vocês sabem o que é o famoso livro chamado Codex Calixtinus? Eu sei, um pouco mas sei, então vou tentar trazer algumas informações à respeito desta obra que na minha opinião, e de todos, pode ser considerada um documento cultural, político e intelectual da era medieval com valor histórico incalculável.

Bom, quase todo o peregrino vai para sua peregrinação acompanhado de um livreto como Guia do Caminho de Santiago, existem inúmeros e em diversas línguas e diversos formatos, inclusive em forma de aplicativo para smartphone que eu já citei aqui no Caminhando Eu vou. Mas e o pessoal lá das antigamente como que se viravam?! Seguiam a via láctea, ok! Mas talvez pensando nisso, veja bem, eu disse talvez, que o Papa Calisto II e mais um pessoal da época, resolveram escrever uma coletânea de textos narrando, entre outras coisas, os milagres de Santiago e inclusive o que é considerado o primeiro guia do peregrino à Santiago de Compostela.

O Codex Calixtinus(este aí ao lado) foi escrito no século XII entre os anos de 1130 e 1160, todo em latim ele tem 450 páginas e é composto de cinco livros, que na verdade são um só, seu conteúdo é de textos religiosos, narrativas, canções, milagres e todo tipo de informação relevante sobre Santiago naquela época.
O maior dos livros é o primeiro, intitulado “Anthologia liturgica” composto de cantos litúrgicos, cantos de peregrinos e sermões em homenagem a Santiago.
O segundo, “De miraculi sancti Jacobi”, trás 22 milagres de Santiago que aconteceram na época na Europa, em especial pelo Caminho. Confesso que já li alguns relatos de peregrinos atuais que podem engrandecer está lista de milagres facilmente, se não forem milagres, ao menos momentos de se pensar profundamente sobre o assunto.
Terceiro livro, “Liber de translatione corporis sancti Jacobi ad Compostellam“, este trás informações sobre o transporte do corpo de Santiago e sua evangelização.
Quarto livro, “Historia Karoli Magni et Rothalandi“, este conta uma história mirabolante de Carlos Magno e Rolando na Hispânia(nome dado pelos romanos à península Ibérica) onde Carlos Magno é o descobridor da tumba do apóstolo e o cara que deu início as peregrinações, segundo as informações que li, dizem que este foi o mais copiado e divulgado pela Europa, marketing talvez!
Quinto livro, o mais relevante para o post que eu pensei, “Iter pro peregrinis ad Compostellam“, este é atribuído a Americo Picaud e foi escrito lá por 1140, não diferente dos outros, com excessão do primeiro, ele é composto de umas 30 ou 40 páginas e trás informações relevantes para os peregrinos, por isso é conhecido como o primeiro Guia do Caminho de Santiago, nele o peregrino encontra informações sobre a qualidade das águas no trajeto, as obras de arte que irá ver, as relíquias que poderá venerar, os povos que irá encontrar no Caminho, os locais para descanso, tudo isso baseado no próprio Caminho percorrido pelo autor. Bem parecido com o Caminhando Eu Vou, rsrsrsrrs, brincadeira!

O livro nos tempos modernos ficou guardado no arquivo da catedral de Santiago, mas um belo dia de 2011 um eletricista, sua esposa e seu filho resolveram roubar algumas coisas da catedral, inclusive um grana bem alta pelo que entendi, e junto levaram o livro pra casa.
O Codex ficou desaparecido por um ano e foi encontrado na garagem do sujeito enrolado em jornal e ainda em bom estado, menos mal!!! Resultado da brincadeira, saiu essa semana a notícia que o trio mão leve vai ser condenado pelo crime, deem uma lida na matéria do El Mundo aqui. Tem o vídeo onde aparece o José Manuel Fernández Castiñeiras, colocando o livro dentro da roupa e no final do vídeo aparece o Codex sendo devolvido.

Num primeiro momento quando comecei a ver informações sobre o livro, me chamou muito a atenção as ilustrações do Codex Calixtinus, achei maravilhosamente bonito mesmo, tanto ilustrações como tipografia, gosto dessas coisas. Deem uma olhada nesse vídeo abaixo e me digam se não é realmente fantástico, ainda mais pensando que isso tudo foi feito à mão.

Depois fui vendo o que pode ser encontrado nas suas páginas, gostei mais ainda e continuo buscando informações.
Esse site codexcalixtinus.es,  possui muita informação, tem que ter paciência de pesquisar, mas tem muita coisa legal mesmo, se gostaram do post irão gostar muito do site.

Então era isso, espero que tenham gostado do post resumão sobre o Codex Calixtinus!
Até o próximo post, obrigado pela visita e bom caminho!

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s