Trilha do Canto do Gravatá

Aqui um post não diretamente relacionado ao Caminho de Santiago, mas uma dica que serve perfeitamente como preparação para o pessoal que gosta de uma trilhazinha. Então, enquanto a economia não favorece minha tão sonhada peregrinação à Santiago, sigo caminhando pelas redondezas, mantendo o preparo e registrando tudo.
O último domingo(15) amanheceu nublado, mas logo logo uns pedaços de céu azul apareceram e nos animamos para fazer uma trilha leve em família e aproveitar o dia com banho de mar.

A escolha foi a trilha que dá acesso à prainha do Canto do Gravatá, como iríamos eu, minha esposa e meu filho, não poderia ser algo muito pesado. Ok, rapidinho a mochila estava pronta e rumo ao leste da ilha de Santa Catarina. A trilha fica no caminho para a praia Mole, antes de chegar na praia existe uma entrada no lado direito da rodovia(sentido lagoa/mole). A trilha é leve, com cerca de 30min de caminhada, só é puxada no começo onde existe uma subida bem forte, logo depois fica mais tranquila, com algumas pedras, mas nada muito forte.

trilhagravatágoogle

Mais ou menos no meio do caminho, quando acaba a subida, à esquerda da trilha, pode-se parar em um local utilizado para salto de parapente, um visual belíssimo da Praia Mole e da Praia da Galheta são perfeitos para tirar a mochila, tomar uma água e fotografar.

Praia Mole e Praia da Galheta vista do ponto de salto. - Foto: Marcos Campos
Praia Mole e Praia da Galheta vista do ponto de salto. – Foto: Marcos Campos

Seguindo pela trilha rapidinho já está na prainha com uma minúscula faixa de areia e um costão de pedra maravilhoso. A água é beeemmm fria mas o mar é calmo pois o costão da direita protege das ondas que vem do mar. Perfeito local para tomar um banho e relaxar com a família. Dá também para subir o costão direito e contemplar o mar aberto e as ondas estourando nas pedras.

Vista do alto da trilha. - Foto: Marcos Campos
Vista do alto da trilha. – Foto: Marcos Campos
Quase chegando na praia - Foto: Marcos Campos
Quase chegando na praia – Foto: Marcos Campos
Foto: Marcos Campos
Foto: Marcos Campos
Chegando ao final da trilha, aí está a prainha - Foto: Marcos Campos
Chegando ao final da trilha, aí está a prainha – Foto: Marcos Campos
Chegando ao final da trilha, aí está a prainha - Foto: Marcos Campos
Chegando ao final da trilha, aí está a prainha – Foto: Marcos Campos

Em resumo uma trilha leve e com um destino paradisíaco.
Dica:
Se você for de carro, a rodovia não possui estacionamento, deixar no acostamento pode levar multa. Todas as vezes que fui, deixei o carro no estacionamento pago(R$10,00) na Praia Mole e subi o morro pelo acostamento a pé, dá uns 600m de caminhada, nada demais.

É isso amigos, espero que tenham gostado da dica, bom caminho e boas caminhadas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s