A credencial do peregrino

Na idade média um passe, uma carta de recomendação, um salvo conduta para acolhimento dos peregrinos rumo à Santiago. Essa é a origem da “Credencial do Peregrino”.

credencial_web_interior-1024x529

Uma folha de papel grosso dobrada em 16 páginas, a primeira é como um cartão de apresentação do peregrino onde deve-se preencher com seus dados, o carimbo do local que emitiu a credencial e também tem o espaço onde receberá o carimbo da conclusão da peregrinação. Logo depois vem uma página com textos explicativos ao peregrino e na sequência começam os espaços para receber os sellos, os carimbos que irão comprovar sua peregrinação, firmados em locais onde dormiu, onde passou, comeu ou visitou.

Essa é a forma de atestar a peregrinação caminhando, pedalando ou ainda, cavalgando, rumo à Santiago de Compostela. Onde então você irá levar sua credencial recheada de carimbos – e histórias – para ser analisada na Oficina de Acogida Al Peregrino, que fica bem próximo da catedral, lá eles irão verificar se você caminhou os últimos 100km ou pedalou/cavalgou os últimos 200km. Assim você receberá sua Compostela, um certificado emitido pela catedral de Santiago comprovando sua peregrinação. Com direito ao nome escrito em latim!

O recomendado é que se obtenha ao menos 2 carimbos por dia em sua credencial, mas nada impede de você carimbar em todo o lugar que passar, somente terá que adquirir mais uma credencial, ou quantas forem necessárias, pois vai faltar espaço para tanto carimbo visto que ela possui 40 “quadradinhos” para carimbos.

A credencial do peregrino é emitida tanto na Espanha quanto em outros países, aqui no Brasil por exemplo você pode obter a sua, oficialmente, com as Associações de Amigos do Caminho. Porém também pode retirar no seu local de início da caminhada, seja em Saint Jean Piet de Port ou onde for, os albergues, por exemplo, são locais que você encontra à venda.
Os preços da credencial variavam desde a gratuidade até, acreditem, 20 euros, porém a galera da Oficina de Acogida al Peregrino, emitiu uma nota em Novembro de 2015, buscando padronizar a credencial, pois estavam recebendo cerca de 25 modelos diferentes dela. Ficou definido então, pela Catedral, que ela não pode custar mais de 2 euros e que deve seguir o padrão estipulado por eles, com uma ressalva para as associações que podem, dentro das regras, personaliza-las.
Se isso vingou… eu não sei dizer!

Enfim, oficial ou não, aceita para emitir a Compostela ou não… eu ainda vejo a credencial como sendo um maravilhoso objetivo de recordação do Caminho, cada selo, cada data, cada local, tudo isso irá ficar marcado nela e, com toda a certeza, irá refrescar sua memória cada vez que olhar a credencial que lhe acompanhou por todo o Caminho. Podem me chamar de colecionador de carimbos, mas com toda a certeza precisarei de mais de uma credencial quando seguir rumo à Santiago, como disse… acredito ser uma recordação material magnífica.

Muito obrigado pela visita e bom Caminho à todos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s